terça-feira, março 08, 2005

Os franceses são loucos

Sei muito bem que os franceses não gostam de Judeus, politiquices do século XIX. O último fenómeno foi o umorista (retirem o h, porque o homem não tem piada nenhuma) Dieudonné que comparou o sionismo ao nazismo numa conferência de imprensa em Argel. Mas ao ler a Revista Lire espanto-me, os autores mais lidos em França, sem contar com o Dan Brown e o seu Código Da Vinci, são Judeus, aliás, o escritor Marc Lévy, muito em voga, é neste momento o autor mais bem pago em França.

Já não falo em Mr. Sarkosy, o político francês mais popular e que entrou em conflito directo com o Jacques e está prestes a pô-lo em KO.

Este é um momento de dizer que estes franceses são loucos.

NWM