quarta-feira, março 02, 2005

Das Margens do Mandovi

Dinesh D’Souza é uma das figuras de proa do diversificado movimento neoconservador. Como é óbvio, é praticamente desconhecido em Portugal...

Além de conselheiro (e biógrafo) de Reagan, Souza é um eminente académico autor de “Illiberal Education” (1991), “The End of Racism” (1995) e “The Virtue of Prosperity: Finding Values in an Age of Techno Affluence” (2000), obras polémicas e iconoclastas que já fazem parte do cânone das "cultural wars" promovidas por miríades de ilustres intelectuais de direita nos EUA.

Mas um outro aspecto da sua biografia é particularmente relevante para os portugueses: Dinesh D’Souza é um católico, descendente da antiga elite brâmane de Goa, que inspirada pelo nobre exemplo de São Francisco Xavier e São João de Brito abraçou o Cristianismo nos idos de quinhentos e ainda hoje mantém uma convicção e uma profundidade de fé capazes de fazerem corar muitos cristãos da Velha Europa.

Para referência aqui ficam links para dois artigos deste católico indo-português que vale a pena conhecer melhor:

The Crimes of Christopher Columbus

Two Cheers for Colonialism

JTA